11 fevereiro 2012

O que achei...

A lista dos filmes indicados para o Oscar 2012 já não é mais novidade para ninguém. Todo ano, gosto de conferir os filmes e tento ao máximo extrair toda a mensagem que ele passa, sem ignorar os tipos das cenas, cores, música, etc. E faço minha reflexão e depois é só ficar na torcida! Não gosto de expor meus pensamentos sobre, pois, nem todos gostam de discutir esse tipo de "coisa", muitos acham que um filme é só “um filme” e daí monólogo só me causaria dor de cabeça. Hehehe

Obs: Se você não assistiu nenhum dos filmes, não se preocupe, meus comentários não vão estragar a "surpresa".

Já conferi:  Money Ball  - The Help - The Tree of Life - Midnight in Paris - The Descendants


O primeiro da lista, eu confesso que dormi boa parte do filme, porém, consegui captar a seguinte mensagem: “dinheiro não é tudo!” Mesmo assim eu recomendo.



The Help: Mesmo abordando um assunto delicado sobre brancos e negros, o filme é suave. Pode parecer irônico, mas achei as cores do filme muito bacanas bem vivas! A história é só um pedacinho do que muitas negras passaram anos atrás, quando eram consideradas “lixo”. O filme é contado de uma maneira que emociona, nos faz pensar e rir. Gostei muito do filme pela delicadeza que expôs o assunto. Não achei ele extraordinário, mas sem dúvida, é um filme muito bonito! Recomendo! Uma palavra que define o filme: “União!”


The Tree of Life: Ahhh confesso que até então o filme é o meu queridinho ^^ Achei a mensagem muito bonita. Vi através das redes sociais muitas pessoas comentando que o odiaram. Fiquei espantada, com certeza essas pessoas só assistiram “mais um filme” e não quiseram interpretar o que ele estava dizendo. O filme, assim como os dois primeiros que comentei não é linear, então, quem não está acostumado com esse tipo de filme pode ter um pouquinho de dificuldade na compreensão... Mas vou ajudar! Tudo bem? O filme nada mais é do que fragmentos da infância do homem adulto que aparece em uns pedaços do filme sem falar nada! A criação rígida da época e a impressão que o pai não ama os filhos por causa disso fica bem evidente. Achei muito bonito a maneira que expressaram a origem da vida com o Big Bang, os dinossauros e assim por diante. Achei até o filme superficial, por mim, aprofundaria mais ainda o conteúdo hehehe Então defino o filme como “Lembranças”.



Midnight in Paris: Filme gracinha! Super legal, já pensou em voltar no tempo todas as noites e conviver com Picasso, Salvador Dali e outros feras? Pois é, no filme o carinha dos dias de hoje fica encantado com a companhia de pessoas (hoje famosas) que na época estavam iniciando sua carreira. Romance também não falta! E acertei de primeira quem das belíssimas mulheres do filme fica com o loiro! Fica aí o desafio pra você! ^^


The descendants: Filme que pode ser considerado chato por todos. Mas não é chato não! Ele aborda um assunto muito delicado, sobre a esposa que um sofre acidente e passa meses em coma... A família até então desunida evolui de uma maneira que é bonito de ver! Mas o ritmo do filme é lento, parece que as coisas vão demorar muito para acontecer. Fiquei emocionada em algumas partes, a atuação do bonitão é incrível! Vale a pena conferir como todo esse assunto doloroso é encarado pela família. Sem contar que tem outro tema em jogo, uma reserva natural no Havaí, reuniões de família sobre a venda do paraíso para possíveis construções de hotéis é legal também como essa parte do filme se encaminha, envolvendo traição, dinheiro e lealdade.

Já me programei para assistir os demais, por enquanto quem leva a estatueta dourada é The Tree of Life! E qual é a sua aposta?
Postado por Duda - @cha_para_dois às 20:38

5 comentários:

Giuliana Motyczka disse...

Já assisti Money Ball e baixei The Help ontem! Money Ball achei meio assim, sei lá. Não consigo explicar. Mas o filme que eu quero mesmo ver é The Iron Lady. Confesso que já perdi noites de sono tentando imaginar a Meryl na pele da Margaret Thatcher, e não consegui! haha :D

Daniela de Freitas Guedes disse...

Não assisti a nenhum dos filmes ainda. Assisti somente a Rio (que concorre a melhor canção original) e a Harry Potter que concorre nessas categorias mais técnicas e, provavelmente, não ganhará nada, deixando claro o preconceito e a má vontade da academia com a franquia. Mas, enfim. Tenho muita vontade de assistir Meia-noite em Paris, desde que vi que estava no cinema. Mas, não sei se você sabe, não tem cinema na minha cidade natal, onde passo os feriados, férias e finais de semana. Onde estudo, o cinema é longe e fica complicado para eu ir. Uma pena!

Agora, estou assistindo aos indicados do ano passado! Bem atrasada. Sempre fui assim com filmes, hehehe.

pode me chamar de Mandy. disse...

Oi Duda! Eu assisti "Midnight in Paris", e achei fabuloso *-* Owen estava demais, atuação espetacular! Já fiquei curiosa para ver "The Tree of Life". Brad Pitt faz tão bem filmes desse gênero, não é?! Sempre que dá saudade, eu assisto "O curioso caso de Benjamin Button". Agora é aguardar a grande noite :)

Beijos, adorei de verdade o post!
http://alittlebit-alice.blogspot.com/

Jaque disse...

Estou totalmente por fora O_o
Mas vi o trailer do filme Histórias Cruzadas e gostei. Fiquei com vontade de ver Meia Noite em Paris... me fez lembrar as aulas do Bini ^^

Obrigada pelos parabéns amiga! E não podia faltar a mão na coxa hahaha
Beijo!

Izabelle Costa disse...

Duda, também gosto de assistir a todos, sempre. Mas esse ano está difícil ir ao cinema. É muito longe daqui. No final de semana nem animo a descer para o Centro. Mas vi Meia Noite em Paris e é bem gracinha. Mesmo que só em DVD vou ver os demais, claro!
Bjs

Postar um comentário