11 junho 2011

O dia.

Amanhã é dia dos namorados. Mas prefiro usar como dia do consumo. Afinal... “ganhar amor e carinho ganhamos todos os dias, presente não.”

Tem presentes de todos os preços, para todos os gostos e o que torna mais interessante – dá para trocar!
Aquela época que receber uma cartinha e uma caixa de bombom já foi para o saco, faz tempo, não faz? E hoje com tantas opções as chances de NÃO  agradar o Amado/ Amada são grandes. Passamos anos com a pessoa ao seu lado e ainda sim é difícil muitas vezes presentear com alguma coisa que faça o coração balançar e a pessoa se emocionar.  Presentes caros não significam que você vai acertar. Vai que você recebe algo de um valor mega alto e você dá aquele presentinho ali de R$50,00 você se sentiria mal com isso?

E mais... Ao entregar uma cartinha toda fofa, cheia de brilho, cheirosinha com uma declaração de amor daquelas.  O felizardo (a) responde com um: LEGAL!

  • Até que ponto o dia dos namorados chega ser um dia especial para abraços, beijos sinceros e apreciar a companhia? 
  • Até que ponto é apenas uma troca de presentes e um envolvimento mais íntimo?
  • Por que apenas uma vez por ano “caprichar” e levar a Amada em um motel?
  • Quantos tipos de “dia dos namorados” e dia “do consumo” tem?
  • O que você está disposto (a) a fazer para ser diferente?
  • O que você pode fazer para tornar esse dia especial e inesquecível? 
Muitas vezes são coisas simples, um gesto vai fazer ela se emocionar. Reserva no restaurante caro? Pode até ser... Mas porque não levá-la em um outro final de semana qualquer quando ela não estiver esperando por isso? Amanhã vários lugares estarão cheios, se não fez reserva terá fila para conseguir uma mesinha em qualquer lugar.
Você pode até comer uma lasanha perdigão de 4 queijos na sua casa, a mesa pode estar enfeitada com um TNT vermelho, um plástico por cima... uma flrozinha ou vela no centro (ou os dois)... por exemplo. Brega? Pode até ser... O que você pode fazer para esse dia ser marcante?

E os famosos corações com bracinho? Coisa mais brega, esse aí tem até perninhas... Pronto para sair correndo com os gritos que o namorado ou a namorada vai dar ao receber um negócio desse. Isso também pode ser muito marcante. :P

Postado por Duda - @cha_para_dois às 12:04

3 comentários:

Juliana disse...

Prefiro ser surpreendida em um dia comum, do que num dia programado para se dar presentes. E além do que, todos os restaurantes estarão cheios, vai ter fila e tudo mais... Tem presentes que não custam anda e são bem mais valiozos, como respeito, cuidado, companheirismo.

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Ah amiga, sobre presentes está cada vez mais difícil! Estamos juntos há tanto tempo que fica difícil de dar presente. Mas há muito tempo estamos deixando isso de lado... Presente não é o mais importante né?! Claro que um mimo faz bem, mas não somente no dia dos namorados.

E concordo que as coisas simples são as mais encantadoras. Se acham brega, sorry! Eu sou brega então haha
Amanhã vai ser assim, em casa, embaixo das cobertas aproveitando. Porque sair e enfrentar fila não é legal ;)

beijo amiga! Feliz dia dos namorados ^^

Vanessa disse...

Duda, eu e meu marido neste ano combinamos não gastarmos mais dinheiros com presentes.... se a gente quiser comprar, blz, mas serão presentes mais simbólicos, tipo cartinhas e etc. Eu resolvi dar a ele uma cosia que ele gosta muito, relacionado a foto, mas não chegou à tempo. Ele me deu uma carta linda, escrita por ele mesmo, coisa que ele não está muito acostumado a fazer :-)
Beijinhos

Postar um comentário